» Notícia
UniRV realiza segundo dia do “XVI Simpósio de Estudos Jurídicos e Ciências Sociais Aplicadas”
Publicado em: 26-04-2017

A Faculdade de Direito da Universidade de Rio Verde – UniRV realizou na noite desta terça-feira, 25, no Sindicato Rural, o “XVI Simpósio de Estudos Jurídicos e Ciências Sociais Aplicadas”, sob coordenação do professor Me. Aricio Vieira da Silva e dos acadêmicos do 8º período do curso.
 
Público presente no 2º dia do “XVI Simpósio de Estudos Jurídicos e Ciências Sociais Aplicadas”

O evento tem como objetivos proporcionar interação entre a teoria e a prática jurídica, avaliar a importância da troca de experiências com os vários campos das Ciências Jurídicas, preparar o discente para o mercado de trabalho e atender às finalidades do Direito no que se refere às atividades extracurriculares.

Para abrir as atividades, o Juiz de Direito do Juizado de Violência contra a Mulher de Rio Verde, Dr. Vitor Umbelino Soares Júnior abordou sobre: “A isonomia de gênero no Estado Constitucional: Desafios na aplicabilidade da Lei Maria da Penha”. Segundo ele, para o enfrentamento da violência doméstica se torna necessária uma política pública que envolva todas as instâncias da sociedade. “Hoje, mais do que nunca, necessitamos divulgar a lei Maria da Penha e conseguir sensibilizar a população sobre a sua importância, fazendo contraposição às forças patriarcais contrárias à sua implementação. Frente ao grave problema da violência contra as mulheres existente em nosso país, é preciso denunciar e impedir a ação violenta praticada contra a mulher. Temos como desafio urgente, a criação de uma cultura de igualdade entre as pessoas e especialmente, uma cultura que legitime a autonomia e liberdade das mulheres. O estado de Goiás ocupa a 3ª posição no ranking”, comentou.

Em seguida, o tema: “Desafios e perspectivas da lei brasileira de inclusão das pessoas com deficiência”, foi proferido pelo Procurador da República no município de Rio Verde, Dr. Jorge Luis Ribeiro de Medeiros. Segundo ele, um dos grandes desafios da sociedade moderna é pode dar condições ao portador de deficiência, como por exemplo: material especializado para um melhor aprendizado, como os livros em braile para os deficientes visuais; facilitar o acesso em lugares públicos com rampas para os deficientes físicos; reservar vagas em concursos públicos, dentre outros. “Defende-se que a inclusão social pela educação efetivamente tornará a pessoa portadora de deficiência partícipe da condição de cidadão e engrandecerá a tão incipiente democracia nacional. O Ministério Público Federal tem atuado com frequência nos órgãos públicos federais para que políticas de acessibilidade às pessoas especiais sejam efetivamente implantadas, garantindo assim o tratamento igualitário entre os cidadãos”, finalizou.

O evento segue até nesta quarta-feira, 26. Abaixo, acompanhe a programação:
 





Voltar

NOSSOS CAMPUS
Campus Rio Verde
Fazenda Fontes do Saber,
Caixa Postal 104
Cep: 75901-970 - Rio Verde - Goiás Atendimento:
7h às 11h - 13h às 17h - 19h às 22h
Campus Aparecida
Avenida das Palmeiras, chácaras 26 E 27,
Jardim dos Buritis
CEP: 74923-590
Atendimento:
7h às 11h - 13h às 17h

Campus Caiapônia
Av. Ministro João Alberto, 310,
Nova Caiapônia, CEP: 75.850-000
Caiapônia - Goiás
Atendimento:
7h às 11h - 13h às 17h - 19h às 22h
Campus Goianésia
Rua 12, nº 288, Setor Sul, Prédio Sec. Mun. de Educação, 2º andar
Goianésia - Goiás
Cep: 76.380-000
Atendimento:
7h às 11h - 13h às 17h