PRPI conclui mais um edital do Programa de Iniciação Científica 2017-2018

Publicado em: 21-09-2018


Em agosto foi encerrada a 11º edição do Programa de Iniciação Científica (IC) da Universidade de Rio Verde - UniRV (PIBIC/PIVIC), proveniente dos Editais Internos de 2017. Desde 2007 são concedidas bolsas pela própria UniRV, e em 2011, passou a receber cota de bolsas do CNPq.

Orientados e supervisionados por docentes pesquisadores da Instituição, os acadêmicos tiveram a oportunidade de conhecer, de perto, os fundamentos da pesquisa, participando de cursos e treinamentos específicos, além da elaboração e execução de projeto de pesquisa, capacitando-os de forma diferenciada ao futuro mercado de trabalho.

À ocasião, foram entregues os relatórios finais referentes aos 60 projetos participantes. Destes, 57 trabalhos foram apresentados no “XII Congresso de Iniciação Científica da UniRV (CICURV)”, de um total de 125 trabalhos aprovados para o referido evento. Vale destacar que foram submetidas 90 propostas de projetos para participação nos Editais em 2017.

Segundo o Pró-Reitor de Pesquisa e Inovação, professor Dr. Eduardo Lima do Carmo, de acordo com o procedimento regulamentado, as propostas são enviadas a pareceristas ad-hoc externos e criteriosamente avaliadas e selecionadas. “Consequentemente, há um processo de classificação, por meio do qual, são distribuídas as bolsas (PIBIC), disponíveis do CNPq e da UniRV. Os demais projetos classificados são enquadrados como Iniciação Científica Voluntária, ou seja, sem recebimento de bolsas de estudo (PIVIC), porém, de igual relevância e importância”, disse.  

Destaca-se também que a cada publicação do Edital Institucional de IC há considerável aumento dos projetos submetidos para participação como selecionados. O processo seletivo das propostas, assim como o CICURV, são avaliados com a colaboração do Comitê Externo formado por bolsistas de produtividade do CNPq, os quais utilizam critérios específicos e restritos da Plataforma Carlos Chagas.

O coordenador do Programa, professor Dr. Marcelo Bighetti Toniollo destacou que é de extrema relevância a participação dos acadêmicos na Iniciação Científica Institucional (IC), pois este fato potencializa um possível ingresso em Programas de Pós-Graduação, visto a experiência prévia no desenvolvimento da atividade, além de capacitá-los e diferenciá-los significativamente em relação aos demais graduandos.